Termas de Diocleziano

Umas das maravilhas de Roma é visitar o local das Termas de Diocleziano, construídas entre 298 e 306 d.C. (as maiores termas do mundo romano!) e na verdade encontrar uma basílica! Isso mesmo! As termas permaneceram em uso até a invasão dos bárbaros no ano de 537. Depois disso virou local de retirada de materiais para a construção de outros edifícios e ficou abandonada. Para vocês terem uma ideia da dimensão dessa terma ela ocupava uma área equivalente à 13 hectares e cerca de 3.000 pessoas usavam. Ela tinha sistema aquecimento dos ambientes e das piscinas, uma obra de arte arquitetônica e de engenharia!


Em 1563, o Papa Pio IV solicitou para Michelangelo o projeto de uma igreja usando a estrutura das termas. E assim nasceu a Basílica de Santa Maria degli Angeli e dei Martiri. 


O atual corpo da basílica ocupa o que era originalmente o Frigidarium (local de banho com água fria). O teto com abóbadas cruzadas é original e as colunas de granito rosa também.

Vale a pena fazer essa viagem no tempo, onde uma obra do império romano se junta com o Renascimento! A Praça da República em frente à basílica tem a forma da antiga Êxedra da terma, que era um amplo átrio ou pórtico semicircular onde as pessoas discutiam e conversavam.

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *